Viagem ao Egito em 3D

Viagem ao Egito em 3D Museu de Belas Artes de Boston reconstrói em três dimensões o planalto de Gizé, onde ficam as três maiores pirâmides do tempo dos faraós  

Dassault Systèmes / DivulgaçãoParte da reconstrução digital da famosa necrópole. Além da visão exterior, será possível visitar o interior das casas, túmulos, porões e pirâmides.

Os interessados pela história do Egito não precisarão mais visitar o país africano para percorrer o seu mais famoso sítio arqueológico. Isso porque o Museu de Belas Artes de Boston (MFA), em parceria com a Dassault Systèmes, empresa especialista em desenvolvimento de conteúdo digital, está construindo uma versão em 3D do planalto de Gizé, localizado nas proximidades da cidade do Cairo.

A ação, coordenada por Peter Der Manuelian, diretor do Projeto Arquivos de Gizé do MFA e egiptólogo da Universidade Harvard, reuniu durante a última década fotografias de expedições no sítio, diários de escavações, mapas, plantas e croquis dos túmulos de Gizé. Todo esse material está servindo de base para a reconstrução digital do planalto, além de ter possibilitado a criação do maior banco de dados digital sobre o assunto, batizado de The Giza Archives (www.mfa.org/Giza). Nesse site, todo em inglês, é possível acessar textos, fotografias, artigos e até versões digitais de livros relacionados ao sítio.

A versão em 3D do planalto só estará disponível gratuitamente na rede em março do ano que vem. No entanto, já é possível ter uma prévia de como será a navegação pelo sítio de Gizé: a Dassault Systèmes disponibilizou no endereço http://www.3ds.com/company/3d-experiences/giza-3d/#vid1 dois vídeos que demonstram o resultado final dessa reconstrução em três dimensões do complexo funerário.

O planalto de Gizé, mais conhecido pelas três grandes pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos, é parte da antiga necrópole de Mênfis. Hoje território pertencente à capital do Egito, Cairo, o enorme sítio arqueológico é um patrimônio mundial da Unesco, e a chamada Grande Pirâmide, construída por volta de 2550 a.C. para abrigar o corpo do rei Quéops, é a única maravilha do mundo antigo ainda de pé.

 

 Fonte: Revista História Viva 21/07/2010

 

 

CONFIRA ALGUMAS DAS IMAGENS DA RECONTRUÇÃO EM 3D DO PLANALTO DE GIZÉ
Anúncios

Sobre Arnoni

Professor de História - Nosso Negócio é fazer história...
Esse post foi publicado em Rosuca Curiosidades. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s